Recursos valiosos que estão escondidos no Google Maps

1. Medir distâncias de um ponto a outro manualmente

Muitas vezes, não precisamos traçar um percurso completo, mas apenas queremos saber o quão longe estamos de um determinado um lugar. Ou talvez você queira traçar uma corrida de 5 Km em torno de sua casa e precise apenas traçar a rota. O fato é que o Google Maps tem uma ferramenta para isso, chamada “Medir Distância”. Veja como acessar e usar essa função:

  1. Toque e mantenha pressionado qualquer ponto do mapa e um alfinete vermelho aparecerá no local exato, mostrando o nome do lugar que você selecionou;
  2. Agora toque no nome do local e, na tela que desliza para cima, escolha o item “Medir Distância”. Você verá uma linha pontilhada com linhas cruzadas;Reprodução
  3. Conforme se arrasta o mapa, a distância entre a mira e o pino original é mostrada na parte inferior da tela;
  4. Para ter uma distância mais precisa, clique no sinal de +, localizado no canto inferior direito da tela e vá adicionando mais pontos até o local desejado;
  5. Caso você tenha marcado o ponto de forma errada, para apagá-lo, basta clicar na seta “voltar” que está na parte de cima da tela;

Esse recurso é bem útil para saber distâncias em que você não quer que o Maps customize. O ponto negativo é que não dá para salvar um mapa personalizado com a distância traçada. Fica aqui uma sugestão de implementação para o Google!

2. Lembrar onde você estacionou o carro

Muitas vezes é mais difícil lembrar onde estacionamos o carro do que encontrar aquela vaga no estacionamento do shopping ou aeroporto. Mas o Google Maps tem uma ferramenta simples para gerenciar isso. Depois de estacionar, abra o Maps e o ponto azul mostrará sua posição atual. Toque no ponto e selecione Salvar seu estacionamento nas opções.

Reprodução

Pronto! Sua posição fica salva com um alfinete vermelho. Se quiser, toque nesse ícone para adicionar mais informações. Você pode digitar qualquer observação sobre o local e também informar um timer que vai lhe enviar uma notificação quando necessário. Isso é bem útil quando estacionamos em Zona Azul, por exemplo. Quando você estiver pronto para voltar ao seu carro, basta abrir o aplicativo e tocar em “Direções” na parte inferior da tela.

3. Verifique o horário do seu transporte público

O Google Maps tem uma integração muito boa com vários serviços de transporte público, em vários países do mundo. E é muito útil usar esta ferramenta, principalmente, quando estamos viajando. E também é bastante simples: toque no ícone de uma parada de ônibus, estação de trem ou estação de metrô no mapa, e você verá todas as informações de horários para esse local. Isso evita a instalação de aplicativos separados para cada empresa de transporte público que você usa regularmente.

Reprodução

E melhor ainda: toque em uma das rotas de ônibus ou trem para ver todas as paradas da linha e também onde está o próximo ônibus em tempo real. Acredite: funciona mesmo! Muito útil para saber se você precisa sair correndo de casa para não perder a “carona”.

4. Reserve um quarto de hotel

O Google Maps tem uma ferramenta para nos tirar do apuro de reservar um quarto de hotel de última hora, principalmente se estamos no meio da estrada ou de uma cidade que não conhecemos. Para usar o recurso, aumente o zoom no mapa e você verá ícones de todos os hotéis próximos na tela. Toque em um deles e toque no nome na parte inferior da tela para ver mais informações.

Reprodução

Entre as opções está um painel chamado “Verificar disponibilidade”, que permite inserir datas e ver os preços correspondentes para essas datas em vários sites de hotéis. Observados quartos livres, clique para reservar um deles em um desses sites.Esse recurso é, na verdade, um anúncio, e realmente é rotulado como tal. Mas é um ótimo exemplo de como os anúncios em aplicativos podem ser úteis e discretos quando são bem implementados.

5. Obtenha mais informações sobre qualquer coisa

Assim como os itens essenciais, como número de telefone, endereço e informações de acessibilidade de um hotel, os detalhes geralmente são adaptados ao propósito desse local. Assim, um estádio pode dar detalhes para o próximo jogo que será jogado lá, um restaurante terá indicações para o cardápio ou um serviço de reservas de mesa, e um local turístico mostrará quanto tempo as pessoas passam lá, e quando é melhor momento para evitar as multidões.

Reprodução

Para acessar todos esses dados, basta clicar em cima do ponto com o nome do estabelecimento. Uma pequena tela aparecerá na sua frente e basta arrastá-la para baixo.Dessa forma, você visualizará todas essas informações, bem como as avaliações dos usuários que já passaram por lá, fotos, site, entre outros dados. 

6. O Maps é conectado ao seu calendário e Gmail

O Google Maps também facilita a vida quando marcamos algum evento na agenda ou recebemos algum convite (e aceitamos) pelo Gmail. Se em um desse dois aplicativos estiver marcado o endereço, o Maps já sincroniza automaticamente e o deixa salvo.

Para ver seus compromissos com endereço, abra o Google Maps, clique no menu com três riscos (também chamado de menu “hamburguer”) que está no canto esquerdo superior. Na janela que se abre, escolha a opção “Seus Lugares”. Agora, nas abas que aparecem na parte de cima, deslize até a opção “Próximas reservas”.

Reprodução

Pronto, os eventos que contém endereços aparecem listados. E ao clicar em um deles, é aberto o mapa com a localização. Com isso, basta clicar no botão “Rotas” para escolher o tipo de transporte e deixar o Maps traçar a rota.

7. Compartilhe sua viagem em tempo real

O compartilhamento de localização já existe no Google Maps há algum tempo. Basta selecionar o recurso na barra lateral, escolher com quem você deseja partilhar, por quanto tempo e com qual app deseja dividir sua rota. É possível fazer isso até mesmo pelo WhatsApp.

Mas o recurso agora foi expandido para incluir o andamento da viagem. Isso permite que você compartilhe sua posição com pessoas selecionadas enquanto navega até o destino. Eles, além de verem onde você está em tempo real, também já terão um horário estimado da sua chegada.

Reprodução

O legal desse recurso é que será mais necessário enviar mensagens do tipo “tô chegando”. E também não deixa de ser uma segurança as pessoas saberem onde você está. Depois que o aplicativo traçar sua rota, toque na seta na parte inferior da tela, selecione “Compartilhar progresso da viagem” e escolha a(s) pessoa(s) com quem deseja partilhar. A funcionalidade permanece ativa até você chegar ao seu destino ou quando quiser desativar manualmente.

8. Seja um guia local

Muitas das informações extras que tornam o Google Maps bastante útil vêm em grande parte da comunidade de usuários. Você pode participar se tornando um Guia Local. Há mais de 30 milhões deles em todo o mundo e ganham pontos e recompensas por seus esforços. Isso inclui, por exemplo,  três meses de Google Play Music ou desconto no aluguel de filmes.

Tudo o que você precisa fazer é selecionar “Minhas contribuições” na barra lateral e, em seguida, tocar em “Primeiros passos” quando solicitado a participar dos Guias Locais. É possível contribuir de várias maneiras: deixando avaliações e classificações de locais que já visitou, compartilhando fotos de locais, e respondendo a perguntas de outros usuários sobre sua região.

Reprodução

Cada contribuição gera pontos e você avança em níveis que vão de 1 a 10. Segundo o Google, os pontos acumulados são trocados por acessos antecipados a recursos de serviços da empresa e vantagens especiais de parceiros. 

9. Ver edifícos e construções em 3D

No Brasil esse recurso funciona, mas não está tão caprichado quanto em outros países. O melhor mesmo é ver monumentos e locais famosos, como a Torre Eiffeil e a pompa da London Eye, a roda gigante mais famosa da Inglaterra. É provável que, com o tempo, tenhamos os prédios com mais detalhamento por aqui também.

Para ver os monumentos e prédios em 3D é muito simples. Quando estiver sobre o local, incline o mapa a 45 graus deslizando dois dedos sobre ele. Agora basta dar o zoom até que as edificações”brotem”do chão. Assim é possível ver vários monumentos e construções famosas pelo mundo.

Reprodução

10. Calibrar a bússola do Smartphone

Sim, o seu aparelho tem uma bússola eletrônica, que serve para orientar a direção correta. É raro, mas quando você perceber que o mapa está um tanto torto enquanto trafega até seu destino, é interessante calibrá-la.

Geralmente, o próprio sistema avisa e mostra um gráfico de como fazer o processo. Mas é possível ativar manualmente. Simplesmente clique no ponto azul no mapa, que é a sua localização. Na tela que abre, clique em “Calibrar Bússola” e siga as instruções do desenho.

Reprodução

Só lembre-se de não fazer isso em público, pois o processo pode parecer um tanto esquisito.

Canal theevolutiontech

Apenas mais um fã da grande rede , um maluco pela internet que passa grande parte do tempo conectado sempre a procura de novidades online , e sempre achando já que a rede é movida por novidades ...

Deixe uma resposta