Quem ainda utiliza versões antigas de softwares do pacote Adobe Creative Cloud precisa atualizar imediatamente os programas. Quem avisa é a própria desenvolvedora, que explicou a situação em um comunicado enviado para os clientes. O recado termina com um aviso: quem descumprir a recomendação e se recusar a migrar para os serviços mais recentes pode acabar processado.

A situação começou a se desenhar na última semana, quando a Adobe informou aos assinantes do Creative Cloud que programas com mais de 2 anos de vida não seriam mais disponibilizados para download. Em seguida, veio a informação de que não só o suporte acabou mas também de que os processos podem começar a aparecer.

Foram afetados os seguintes serviços: Photoshop, Lightroom Classic, Premiere, Animate e Media Director.

Processo de quem?

A responsável pelo processo não é a Adobe, mas sim “parceiras terceirizadas” que têm tecnologias embutidas nos programas, mas cujas licenças expiraram e não podem mais ser utilizadas em serviços da empresa. A página Apple Insider suspeita que a tal marca seja a Dolby, já que recentemente ela entrou com uma ação judicial contra a marca por “infrações de direitos autorais e quebra de contrato”.

Segundo o site DPReview, a empresa está guiando os clientes a migrarem para as atualizações mais recentes (e autorizadas) o mais rápido possível. Ainda assim, o tom do comunicado não agradou a muitos usuários, que reclamaram da postura autoritária da marca nas redes sociais.